Analytcs

domingo, 30 de outubro de 2011

Governo quer ampliar acesso à Previdência, diz ministro

O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, participa do programa de rádio Bom Dia, Ministro Foto: Elza Fiúza/ABr



O governo federal apoia o projeto que reduz para 5% a contribuição previdenciária cobrada sobre o salário registrado em carteira do trabalhador doméstico, aprovado pelo Senado. Segundo o ministro da Previdência, Garibaldi Alves, a proposta está de acordo com a política de ampliação da cobertura do INSS defendida pelo governo da presidenta Dilma Rousseff.

O governo, lembrou Garibaldi Alves no programa de rádio Bom Dia Ministro, já aprovou no Congresso a alíquota de 5% para o INSS das donas de casa cuja família tenha renda mensal de até dois salários mínimos e dos empreendedores individuais.

“Há uma preocupação com relação às finanças da Previdência. E, aliás, essa é uma preocupação que sempre é colocada quando se fala de Previdência pelo fato de que muito se fala a respeito do déficit da Previdência. Mas nós estamos mostrando, mês a mês, que a Previdência urbana vem sendo superavitária. Então, ela tem condições de absorver o impacto dessa ampliação, dessa cobertura social.”

Concurso – O ministro da Previdência informou ainda que será lançado, em 23 de dezembro, o edital do concurso para contratação de técnicos e peritos do INSS. São 1.875 vagas para as novas agências que estão sendo inauguradas. Segundo ele, 250 ainda serão inauguradas nos municípios com mais de 20 mil habitantes.

“Esses municípios de 20 mil habitantes têm uma capacidade de encurtar as distâncias. Há pessoas que chegam a caminhar cem quilômetros. Claro, há o exemplo da vastidão da Amazônia, de um estado como o Pará, onde as pessoas são obrigadas, ainda, a maiores deslocamentos, via barcos.”

Ouça abaixo a íntegra do programa Bom Dia, Ministro:

0 comentários :

Postar um comentário