Analytcs

terça-feira, 8 de novembro de 2011

CESPE, FCC, ESAF ou CESGRANRIO, qual será a banca do concurso do INSS?

A data prevista para a publicação do ganhador da licitação para a banca organizadora do próximo concurso do INSS é 16/11/2011, depois do feriado. Conhecer a próxima banca pode parecer banal, mas dará o tom do ritmo de estudos e até a forma como será cobrado, aqui vamos trazer as caracteristicas de cada uma destas bancas e uma enquete onde você poderá votar na banca que acredita que será a vencedora da licitação.


vejamos as bancas mais prováveis a organizar o próximo concurso e suas caracteristixas:


Esaf – Escola de Administração Fazendária


As questões da Esaf são sempre de múltipla escolha. É comum não serem cobrados todos os itens do edital, no entanto, as provas costumam ser extremamente bem elaboradas. Como a maioria dos concursos que a banca organiza é ligada ao Ministério da Fazenda (MF), as questões quase sempre abordam assuntos da área econômica. Essa banca organiza concursos federais e estaduais.


FCC – Fundação Carlos Chagas


As questões elaboradas pela FCC são de múltipla escolha, sem fator de correção e cobram todos os itens do edital. Por isso, é importante que o candidato estude bem todo o conteúdo proposto. “Em Língua Portuguesa, há equilíbrio entre Texto e Gramática”, “Em Atualidades, essa banca costuma cobrar elementos como livros editados, filmes de sucesso e notícias corriqueiras”. Ao contrário do que muitos pensam ela não se resume a "lei seca".


Cesgranrio – Fundação Cesgranrio


O estilo da Cesgranrio é semelhante ao da Fundação Carlos Chagas (FCC). Em Atualidades, cobra elementos do cotidiano. Costuma utilizar gráficos e imagens, o que exige do candidato capacidade de visualização e de interpretação. Essa banca organiza concursos federais e estaduais.


CESPE - Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília


O CESPE é certamente o maior centro de seleção do Brasil e responsável por boa parte dos melhores concursos federais atualmente.  As provas objetivas são,  normalmente, a primeira etapa de 99,9% dos concursos públicos. Atualmente o CESPEUNB abandonou o modelo “decoreba” em que se era cobrado do candidato meramente a memorização do conhecimento. Assim não se desespere ao abrir a prova e não encontrar o texto seco da lei ou aquela regra básica que o autor da apostila resumiu em um tabela. Mas se não vai aparecer o texto da lei ou a regra da doutrina, como serão cobradas as questões? A técnica utilizada é a contextualização e da interdisciplinaridade, ou seja, questões práticas com várias matérias cobradas ao mesmo tempo. Há normalmente, mas não em todas as provas a penalização do chute, onde você perde 1 ou meio ponto para cada resposta errada. Leia mais sobre o CESPE no artigo "Como melhorar seu desempenho em provas: radiografia do CESPE".


E você? Qual banca acha que será a organizadora? Participe da enquete:


 

[googleapps domain="docs" dir="spreadsheet/embeddedform" query="formkey=dFlYaTEyQmpadWI0WTlTWFNoNXN2RlE6MQ" width="760" height="680" /]

7 comentários :

Postar um comentário