Analytcs

sábado, 28 de janeiro de 2012

Polícia Federal confirmou concurso público para 1200 vagas


Na página oficial da Polícia Federal (PF) foi confirmado o lançamento de dois concursos públicos já autorizados pelo Ministério do Planejamento as duas seleções vão oferecer um total de 1.200 vagas:


Na primeira:  500 vagas para agente e 100 para papiloscopista com previsão para fevereiro em ambos os cargos a remuneração inicial de R$ 7.818, já incluído o auxílio alimentação de R$ 304. Para participar basta comprovar nível superior completo em qualquer área de formação e carteira de habilitação na categoria B ou superior.


Na segunda entre março e abril de 2012 serão 150 vagas para delegado, 100 para perito e 350 para escrivão. Para o cargo de escrivão, os requisitos exigidos e a remuneração são idênticos aos de agente e papiloscopista. Já para delegado é necessário possuir nível superior em Direito, enquanto que para perito, será exigida formação superior em áreas específicas, que ainda serão divulgadas. A carteira de habilitação também é exigida para os dois cargos, cuja remuneração inicial é de R$ 13.672.

2 comentários :

Douglas disse...

Art. 1.767. Estão sujeitos a curatela:

I - aqueles que, por enfermidade ou deficiência mental, não tiverem o necessário discernimento para os atos da vida civil;

II - aqueles que, por outra causa duradoura, não puderem exprimir a sua vontade;

III - os deficientes mentais, os ébrios habituais e os viciados em tóxicos;

IV - os excepcionais sem completo desenvolvimento mental;

V - os pródigos. Nao entendi a caracterização da curatela perante o direito de recebimento de beneficios junto ao INSS.

Professor Darlan disse...

Douglas, com as alterações promovidas pela Lei 12470/11 foi incluida a possibilidade do "irmão que tenha deficiência intelectual ou mental que o torne absoluta ou relativamente incapaz, assim declarado judicialmente. " a curatela é justamente esta declaração judicial da incapacidade, dai a presunção, pois se já foi reconhecida judicialmente não há necessidade da autarquia apurar novamente.

Postar um comentário