Analytcs

terça-feira, 17 de julho de 2012

Fator pode cair em dezembro?



Os técnicos dos ministérios da Fazenda e da Previdência Social deverão debater uma proposta a ser apresentada como contrapartida à sugestão feita pelas centrais sindicais, a conhecida fórmula 85/95, que basicamente estabelece que o trabalhador não terá perdas ao se aposentar quando a soma de sua idade com o tempo de contribuição for igual a 95 para homens e 85 para mulheres. Muitas são as promessas de mudanças em relação ao fator previdenciário e as pensões.



A votação, entretanto, deverá ocorrer somente após o retorno do recesso parlamentar, em agosto.


As propostas do governo são: "fórmula móvel", que seria ajustável segundo a ministra das Relações Institucionais, buscando "discutir e dar uma sustentabilidade maior à Previdência", completou.


O ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho, disse que "até dezembro teremos uma novidade nareforma da Previdência". Segundo ele, a mudança pode ser tanto no fator previdenciário, quanto nas pensões por morte. A idéia de Garibaldi é deixar mais rigorosas as regras para concessão de pensões e evitar o chamado "efeito viagra", quando as viúvas jovens recebem benefícios de seus maridos por muitos anos.


Em época de eleições é difícil vislumbrar uma revisão profunda em questões muito sensíveis como o fator previdenciário ou as pensões. Certo que as eventuais mudanças não vão significar vantagens para os segurados. Vamos aguardar e quem "viver, verá!".


Fonte: IEPREV

0 comentários :

Postar um comentário